Em um local onde a aceleração da gravidade vale 10m s2, uma pessoa eleva um objeto de peso 400n

Em um local onde a aceleração da gravidade vale 10m s2, uma pessoa eleva um objeto de peso 400n

N. c)160 N. d)60 N. 11.Três blocos A, B e C de massas 4 kg, 6 kg e 8 kg , respectivamente, são dispostos, conforme representado no desenho abaixo, em um local onde a aceleração da gravidade g vale 10 m/s2. Desprezando todas as forças de atrito e considerando ideais as polias e os fios, a intensidade da força horizontal que deve ser aplicada ao bloco A, para que o bloco C suba verticalmente com uma aceleração constante de 2 m/s2, é de: a)100 N b)112 N c)124 N d)140 N e)176 N 12.O bloco da Figura 1 entra em movimento sob ação de uma força resultante de módulo F que pode atuar de três formas diferentes, conforme os diagramas da Figura 2. Com relação aos módulos das velocidades v1, v2 e v3 atingidas pelo bloco no instante t = 2 s, nas três situações descritas, pode-se afirmar que a)v1 > v2 > v3 b)v2 > v3 > v1 c)v3 < v1 < v2 d)v2 < v3 < v1 13.Na figura abaixo, o fio inextensível que une os corpos A e B e a polia têm massas desprezíveis. As massas dos corpos são mA = 4,0 kg e mB = 6,0 kg. Desprezando-se o atrito entre o corpo A e a superfície, a aceleração do conjunto, em m/s2, é de (Considere a aceleração da gravidade 10,0 m/s 2) a) 4,0. b) 6,0. c) 8,0. d) 10,0. e) 12,0. Física básica lista 9 Sistema de Blocos 14.Um elevador possui massa de 1500 kg. Considerando a aceleração da gravidade igual a 10m/s2, a tração no cabo do elevador, quando ele sobe vazio, com uma aceleração de 3 m/s2, é de: a) 4500 N b) 6000 N c) 15500 N d) 17000 N e) 19500 N 15.Dois blocos A e B, de massas respectivamente iguais a 8 kg e 6 kg, estão apoiados em uma superfície horizontal e perfeitamente lisa. Uma força horizontal, constante e de intensidade F = 7 N, é aplicada no bloco A, conforme a figura abaixo. Nessas condições, podemos afirmar que o bloco B adquire uma aceleração de a)0,50 m/s2 b)0,87 m/s2 c)1,16 m/s2 d)2,00 m/s2 e)3,12 m/s2 16.No esquema, os blocos A, B e C têm massas iguais a 5 kg, 3 kg e 2kg, respectivamente. Desprezando-se todos os atritos e a resistência do ar, considerando-se todos os fios e polias ideais e adotando-se g = 10 m/s2, sen q = 0,5 e cos q = 0,9, obtém-se a intensidade da força de tração no fio que liga o bloco B ao bloco C igual a 17.Em um local em que a aceleração gravitacional vale 10 m/s2, uma pessoa eleva um objeto de peso 400 N por meio de uma roldana fixa, conforme mostra a figura, utilizando uma corda que suporta, no máximo, uma tração igual a 520 N. a)15,0 N. b)2,5 N. c)25,0 N. d)37,5 N. e)10,0 N. A máxima aceleração que a pessoa pode imprimir ao objeto durante a subida, sem que a corda se rompa, é a)6,0 m/s2. b)13 m/s2. c)8,0 m/s2. d)2,0 m/s2. e)3,0 m/s2. 18.Dois blocos, de massas m1=3,0 kg e m2=1,0 kg, ligados por um fio inextensível, podem deslizar sem atrito sobre um plano horizontal. Esses blocos são puxados por uma força horizontal F de módulo F = 6 N, conforme a figura a seguir. A tensão no fio que liga os dois blocos é ( Desconsidere a massa do fio). Física básica lista 9 Sistema de Blocos a) zero. b) 2,0 N. c) 3,0 N. d) 4,5 N. e) 6,0 N. 19.Três blocos A, B e C de massas 4 kg, 6 kg e 8 kg, respectivamente, são dispostos, conforme representado no desenho abaixo, em um local onde a aceleração da gravidade g vale 10 m / s2. Desprezando todas as forças de atrito e considerando ideais as polias e os fios, a intensidade da força horizontal F que deve ser aplicada ao bloco A, para que o bloco C suba verticalmente com uma aceleração constante de 2 m / s2, é de: a) 100 N b) 112 N c) 124 N d) 140 N e) 176 N 20.Na figura, o bloco A tem uma massa MA = 80 kg e o bloco B, uma massa MB = 20 kg. Sãoainda desprezíveis os atritos e as inércias do fio e da polia e considera-se g = 10m/s2. Considere que as massas de A e B sejam, respectivamente, iguais a 80 kg e 20 kg. As polias e os fios são ideais, com g = 10 m/s2. Sobre a aceleração do bloco B, pode-se afirmar que ela será de: a) 10 m/s2 para baixo. b) 4,0 m/s2 para cima. c) 4,0 m/s2 para baixo. d) 2,0 m/s2 para baixo. 21.Dois carrinhos de supermercado podem ser acoplados um ao outro por meio de uma pequena corrente, de modo que uma única pessoa, ao invés de empurrar dois carrinhos separadamente, possa puxar o conjunto pelo interior do supermercado. Um cliente aplica uma força horizontal de intensidade F, sobre o carrinho da frente, dando ao conjunto uma aceleração de intensidade 0,5 m/s2. Sendo o piso plano e as forças de atrito desprezíveis, o módulo da força F e o da força de tração na corrente são, em N, respectivamente: a) 70 e 20. b) 70 e 40. c) 70 e 50. d) 60 e 20. e) 60 e 50. 22.Dois blocos, A e B, de massas m e 2m, respectivamente, ligados por um fio inextensível e de massa desprezível, estão inicialmente em repouso sobre um plano horizontal sem atrito. Quando o conjunto é puxado para a direita pela força horizontal F aplicada em B, como mostra a figura, o fio fica sujeito à tração T1. Quando puxado para a esquerda por uma força de mesma intensidade que a anterior, mas agindo em sentido contrário, o fio fica sujeito à tração T2. Física básica lista 9 Sistema de Blocos Nessas condições, pode-se afirmar que T2 é igual a a) 2T1. b) √2 T1. c) T1. d)T1/√2 e) T1/T2 23.Desde o início de 2019, testemunhamos dois acidentes aéreos fatais para celebridades no Brasil Para que haja voo em segurança, são necessárias várias condições referentes às forças que atuam em um avião. Por exemplo, em uma situação de voo horizontal, em que a velocidade da aeronave se mantenha constante, a) a soma de todas as forças externas que atuam na aeronave é não nula. b) a soma de todas as forças externas que atuam na aeronave é maior que seu peso. c) a força de sustentação é maior que seu peso. d) a soma de todas as forças externas que atuam na aeronave é nula. 24.Em experiências diárias, pode-se observar o movimento de um corpo a partir da interação deste com um ou mais corpos; esta interação é convenientemente descrita por um conceito conhecido como força.Considerando-se um bloco de massa 2,0kg, inicialmente em repouso sobre uma superfície horizontal de coeficiente de atrito cinético igual a 0,4 e submetido a uma força de intensidade F = 20,0N , é correto afirmar que, após um tempo de 4,5s, e sendo a aceleração da gravidade local igual a 10m /s2, o bloco se deslocará uma distância, em dm, igual a a)528,2 b)545,0 c)607,5 d)713,6 e)738,4 25. Veja a figura acima, nela temos um bloco de massa m = 8 kg suspenso por uma corda. Adotando g = 10 m/s2, determine o valor da tração na corda e marque a opção correta. a) 80 N b) 100 N c) 120 N d) 10 N e) 8 N 26.Na figura abaixo temos dois blocos que estão ligados entre si por uma corda ideal, isto é, cuja massa é desprezível. Podemos ver que o bloco A encontra-se apoiado sobre uma superfície plana. Adote g = 10 m/s2, mA = 9 kg e mB = 6 kg, determine o valor da tração na corda e marque a alternativa correta. a) 24 N b) 36 N c) 42 N d) 56 N e) 12 N Física básica lista 9 Sistema de Blocos 27.Dois blocos A e B, de massas 2,0 kg e 6,0 kg, respectivamente, e ligados por um fio, estão em repouso sobre um plano horizontal. Quando puxado para a direita pela força F mostrada na figura, o conjunto adquire aceleração de 2,0 m/s2. Nestas condições, pode-se afirmar que o módulo da resultante das forças que atuam em A e o módulo da resultante das forças que atuam em B valem, em newtons, respectivamente a) 4 e 16 b) 16 e 16 c) 8 e 12 d) 4 e 12 e) 1 e 3 Física básica lista 10 Roldanas 1.De quanto a força aplicada fica reduzida utilizando-se um conjunto de roldana fixa + roldana móvel? Esta resposta é única a) 10% b) 30% c) 50% d) 70% e) 90% 2.A figura a seguir mostra um peso de 500 N sustentado por uma pessoa que aplica uma força F, auxiliada pelo sistema de roldanas de pesos desprezíveis e sem atrito. O valor do módulo da força F, que mantém o sistema em equilíbrio, vale, em newtons: a) 50 b) 500 c) 1000 d) 25 e) 250 3.Responder

Em um local onde a aceleração da gravidade vale 10m s2, uma pessoa eleva um objeto de peso 400n
Em um local onde a aceleração da gravidade vale 10m s2, uma pessoa eleva um objeto de peso 400n
Em um local onde a aceleração da gravidade vale 10m s2, uma pessoa eleva um objeto de peso 400n

Resolva os exercícios desta lista, que trata da aceleração da gravidade, para testar os seus conhecimentos e revisar os conceitos acerca da lei da gravitação universal.

Questão 1

(UFGRS) Considerando que o módulo da aceleração da gravidade na Terra é igual a 10 m/s2, é correto afirmar que, se existisse um planeta cuja massa e cujo raio fossem quatro vezes superiores aos da Terra, a aceleração da gravidade seria de:

a) 2,5 m/s2

b) 5 m/s2

c) 10 m/s2

d) 20 m/s2

e) 40 m/s2

Questão 2

(UFGRS) Assinale com V (verdadeiro) ou F (falso) as afirmações abaixo.

  1. ( ) Um objeto colocado em uma altitude de 3 raios terrestres acima da superfície da Terra sofrerá uma força gravitacional 9 vezes menor do que se estivesse sobre a superfície.

  2. ( ) O módulo da força gravitacional exercida sobre um objeto pode sempre ser calculado por meio do produto da massa desse objeto e do módulo da aceleração da gravidade do local onde ele se encontra.

  3. ( ) Objetos em órbitas terrestres não sofrem a ação da força gravitacional.

  4. ( ) Se a massa e o raio terrestre forem duplicados, o módulo da aceleração da gravidade na superfície terrestre reduz-se à metade.

A sequência correta de preenchimento dos parênteses, de cima para baixo, é:

a) V – V – F – F

b) F – V – F – V

c) F – F – V – F

d) V – F – F – V

e) V – V – V – F

Questão 3

A sensação de estar sem peso, como quando estamos caindo em queda livre, é conhecida como:

a) peso

b) inércia

c) imponderabilidade

d) gravidade

e) aceleração

Questão 4

Qual seria o valor da aceleração gravitacional na superfície de um planeta cujo raio é igual a duas vezes o raio da Terra e cuja massa é igual oito vezes à massa da Terra? Considere a aceleração da gravidade terrestre igual a 10 m/s².

a) 5 m/s²

b) 10 m/s²

c) 20 m/s²

d) 8 m/s²

e) 4 m/s²

Resposta - Questão 1

letra a.

Resolução:

Para respondermos à pergunta, é necessário utilizarmos a fórmula que permite calcular a aceleração da gravidade em termos da massa e do raio do planeta. Confira:

Usando a fórmula da gravidade, encontramos a aceleração gravitacional no planeta (gP) com base na aceleração gravitacional da Terra (gT), dessa maneira, descobrimos que a alternativa correta é a letra A.

Resposta - Questão 2

letra B.

Resolução:

Vamos analisar as alternativas:

  1. ( F ) A aceleração da gravidade é medida em relação ao centro da Terra, dessa maneira, de acordo com a situação descrita, a distância entre o ponto e o centro da Terra é de 4 raios terrestres. Com base na fórmula da aceleração gravitacional, que é inversamente proporcional ao quadrado do raio, a aceleração da gravidade, nesse ponto, será 16 vezes menor que a aceleração da gravidade na superfície da Terra.

  2. ( V ) Força gravitacional e peso são a mesma coisa. Para calcular o peso, é necessário fazer o produto entre a massa do corpo e a aceleração da gravidade local.

  3. ( F ) Mesmo em órbita, os objetos ainda sofrem atração gravitacional. A sensação de estar sem peso ocorre em razão da imponderabilidade, ocasionada pela queda livre do corpo que está em órbita em relação à Terra.

  4. ( V ) Uma vez que a aceleração da gravidade é inversamente proporcional ao quadrado do raio do planeta, ao duplicar massa e raio, o módulo da gravidade será multiplicado por 2 e dividido por 4, logo, a aceleração da gravidade será dividida pela metade. 

Resposta - Questão 3

letra C. Quando caímos sem a ação das forças de arraste do ar e em razão da força de atração gravitacional, experimentamos uma sensação conhecida como imponderabilidade.

Resposta - Questão 4

letra C. Para respondermos à questão, usaremos a fórmula da aceleração da gravidade, escrita em termos da massa do planeta e do raio:

O cálculo realizado mostra que a aceleração da gravidade do planeta descrito deve ser igual a 20 m/s², portanto a resposta correta é a letra C.

Aceleração da gravidade

Versão desktop

Copyright © 2022 Rede Omnia - Todos os direitos reservados Proibida a reprodução total ou parcial sem prévia autorização (Inciso I do Artigo 29 Lei 9.610/98)